Morashá

Curiosidades


Nesta terça-feira à noite, faremos a busca do Chamêts. Em Pessach, não só o proveito, mas até a posse de Chamêts é absolutamente proibida. Portanto, uma busca é feita após o anoitecer para remover todo e qualquer Chamêts de nosso lar, escritório e qualquer outra propriedade.


A partir do segundo dia de Pessach, iniciamos a contagem do Omer. Mas o que é o Omer? É uma unidade de medida. Na antiga Israel, os judeus levavam um omer de cevada como oferenda no Templo Sagrado de Jerusalém.


Dia 11 de Nissan, é a data hebraica do aniversário do sétimo Rebe da dinastia Chabad-Lubavitch, Rabi Menachem Mendel Schneerson. O Rebe foi o líder do povo judeu de sua geração e foi ele o principal responsável por resgatar o judaísmo após o Holocausto. O Rebe nasceu na Ucrânia e imigrou para os Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, onde estabeleceu, no bairro de Crown Heights, no Brooklyn (Nova Iorque), a sede do movimento Lubavitch. Hoje há mais de 2000 centros de Chabad-Lubavitch espalhados pelo mundo que visam ajudar as comunidades judaicas locais – material e espiritualmente.


Judeus não podem comer ou possuir chametz durante Pessach. Não podemos nem alimentar animais com chametz durante os oito dias desta festa judaica. Num lar judaico, mesmo os animais de estimação só podem comer alimentos que sejam casher para Pessach.


A Hagadá – lida durante os Sederim de Pessach – conta a história da libertação do povo judeu da escravidão no Egito. Moisés, o maior dos profetas, foi o protagonista desta história. Quantas vezes é mencionado seu nome na Hagadá? Apenas uma. A razão disso? Explicam os comentaristas da Torá: para que ninguém faça confusão, achando que foi Moisés, e não D’us, o responsável pela libertação dos judeus da opressão egípcia.


Em Israel, Pessach é celebrado durante sete dias. Fora de Israel, na Diáspora, a festa é comemorada durante oito dias.


Nossos Sábios ensinam que 30 dias antes de Pessach, deve-se começar a estudar as leis referentes a essa festa. É importante estudar as leis sobre Matsot e Chamêtz, o Seder, etc.


A Torá ensina que todo mês contém um componente espiritual. Pessach é quando festejamos nossa liberdade física e espiritual; Shavuot é uma festa em que enfatizamos nossa dedicação à Torá; nos dois dias de Rosh Hashaná, todos os seres são julgados por D’us; Yom Kipur é o Dia do Perdão; e Purim é a festa de maior alegria para todo o povo judeu.