Morashá

Curiosidades


Quem escreveu o Código de Lei Judaica, o Shulchan Aruch, que estabelece e explica a Halachá – as leis da Torá? O Rabi Moshe ben Maimon – o Rambam? Ou Rashi? Não – foi Rabi Josef ben Efraim Karo, um grande rabino sefaradita.


Dia 26 de Iyar, é o aniversário de falecimento de um de nossos maiores Sábios – o cabalista Rabi Moshe Chaim Luzzato, conhecido como Ramchal. Rabi Luzzato foi o autor de vários clássicos judaicos, inclusive Derech Hashem (O Caminho de D’us) e Mesilat Yesharim (O Caminho dos Justos). O Ramchal nasceu na Itália, mas emigrou para Israel, onde veio a falecer em 5506 (1746), aos 39 anos de idade. Há a tradição que ele foi enterrado em Tiberíades, perto do túmulo de Rabi Akiva.


No judaísmo, é proibido comer carne e leite juntos. Mas o leite de uma mãe que amamenta seu bebê é parve – não é considerado nem leite, nem carne. Uma explicação para isso é que o leite materno é considerado sagrado pelo judaísmo e não pode ser comparado com o leite de um animal.


Rabi Akiva, o maior sábio do Talmud, só começou a estudar a Torá aos 40 anos de idade. Ele cresceu como um pastor ignorante e analfabeto. Rabi Akiva começou a estudar Torá para poder se casar com Raquel, filha de Kalba Savua. Posteriormente, Rabi Akiva se tornou o maior rabino da história judaica.


Haifa é o maior porto do Estado de Israel, mas Jaffa é o mais velho, tendo servido como porto há mais de 4000 anos.


Dia 18 de Iyar é Lag B’Omer – uma das datas mais festivas no calendário judaico. Nas semanas entre Pessach e Shavuot, 24.000 alunos de Rabi Akiva faleceram. A peste que matou os alunos de Rabi Akiva cessou no dia 18 de Iyar – o 33o dia da Contagem do Omer – Lag B’Omer.


Dia 15 de Iyar, é a data na qual começou a cair o maná – a comida dos Céus – que serviu de alimento para o povo judeu durante os 40 anos que viveram no deserto do Sinai. O maná começou a cair exatamente um mês após o Êxodo do Egito, no ano de 2448 (1313 AEC).


Dia 14 do mês hebraico de Iyar é Pessach Sheni – o Segundo Pessach. Nesta data, há o costume de se comer Matsá. (A proibição de se comer chamêts durante os oito dias de Pessach não se aplica ao dia de Pessach Sheni).