Morashá

PERSONALIDADES

Shlomo Hillel, o espião que  libertou os judeus do Iraque

Shlomo Hillel, o espião que libertou os judeus do Iraque

Shlomo Hillel foi um agente do Mossad, o serviço secreto israelense. Nascido em Bagdá, trabalhou como espião no final da década de 1940 e no início dos anos 1950. Executou inúmeras operações secretas e, sob vários disfarces e se valendo de subornos, vistos falsos e uma hábil rede de contrabandistas, conseguiu resgatar os judeus do Iraque. Ao todo, foi responsável pela Aliá de mais de 120 mil judeus iraquianos, salvando uma antiga comunidade dos horrores que se seguiram.

Edição 115 - Junho de 2022

ANTISSEMITISMO

Shakespeare e os judeus

Shakespeare e os judeus

Esta incursão numa polêmica que atravessa séculos poderia ser intitulada “Shakespeare e um judeu”, sendo este judeu o personagem Shylock na peça “O Mercador de Veneza”. Estudiosos apontam nesta obra uma nítida postura antissemita, enquanto há quem tenha uma visão mais indulgente sobre o dito judeu. Embora assinalada como comédia, a peça tem um desfecho desonroso para Shylock e sua fé.

Edição 115 - Junho de 2022

ISRAEL HOJE

Israel - uma  democracia pujante

Israel - uma democracia pujante

Aos 74 anos Israel pode orgulhar-se de sua trajetória. Única democracia em uma região mergulhada nas trevas, é considerada “uma luz entre as nações” e um modelo para aqueles que almejam a liberdade e a prosperidade.

Edição 115 - Junho de 2022

VOCÊ SABIA?

Hoje, quinta-feira, dia 1 de Tamuz, é Rosh Chodesh - um novo mês no calendário judaico.

Em Rosh Chodesh, a ordem da reza da manhã é um pouco modificada: recitamos o meio-Halel e o Musaf, não recitamos certas passagens e parágrafos, como o Tachanun (súplicas) e é lida a Torá. Em Rosh Chodesh, adicionamos um parágrafo à Amida e ao Bircat Hamazon, que é a prece recitada após uma refeição que inclua pão.

Veja mais...

CURIOSIDADES

Dia 3 do mês hebraico de Tamuz, é o aniversário de falecimento do Lubavitcher Rebe. Neste dia, dezenas de milhares de pessoas visitam seu túmulo, em Nova Iorque, para pedir bênçãos. Muitos que não podem viajar até Nova Iorque enviam cartas, por fax ou e-mail, com seus pedidos, para que elas sejam postas no túmulo do Rebe. Este costume de se pedir bênçãos de um Tzadik, especialmente no seu aniversário de falecimento, é um costume místico judaico mencionado várias vezes no Talmud, no Zohar e em outras importantes obras do judaísmo.

Veja mais...

HOJE NA HISTÓRIA

30/06/1942

Durante a Segunda Guerra Mundial, o jornal norte-americano “The New York Times” publica a notícia de que mais de 1 milhão de judeus haviam sido assassinados pelos nazistas.

30/06/1927

Henry Ford, fundador da indústria automobilística “Ford”, se retrata e pede desculpas por ter publicado a notória obra anti-semita - os Protocolos dos Sábios de Sion.

Veja mais...

BRASIL

Comunidade Judaica do Porto acusa agentes do Estado português de antissemitismo

Resumo:

Veja mais...