Morashá

Curiosidades


Rabi Akiva, o maior sábio do Talmud, só começou a estudar a Torá aos 40 anos de idade. Ele cresceu como um pastor ignorante e analfabeto. Rabi Akiva começou a estudar Torá para poder se casar com Raquel, filha de Kalba Savua. Posteriormente, Rabi Akiva se tornou o maior rabino da história judaica.


Emma Lazarus, filha de um judeu alemão, escreveu o poema que está inscrito na Estátua da Liberdade. Ela trabalhava para ajudar imigrantes em Nova Iorque e escrevia artigos defendendo a vinda de imigrantes judeus da Rússia para os Estados Unidos. Ela os chamava de “pioneiros do progresso”.


Israel é o único país do mundo que, na entrada do século 21, teve um aumento no seu número de árvores, tendo plantado mais delas do que derrubado.


Foi Ariel Sharon que atravessou o Canal de Suez durante a Guerra de Yom Kipur (1973), mudando assim o curso da guerra. Esta corajosa estratégia militar de Sharon foi fundamental na vitória de Israel sobre o Egito e a Síria.


O Rabi Eliyahu de Vilna, conhecido como o Gaon (Gênio) de Vilna, evitava dormir, pois quanto mais tempo dormisse, menos tempo teria para estudar a Torá. Quantas horas de sono ele se permitia por noite? Apenas duas!


De todas as festas judaicas, Pessach é a mais celebrada nos Estados Unidos. De acordo com uma pesquisa feita em 1990 pelo National Jewish Population Survey (NJPS), mais de 80% dos judeus norte-americanos participam de um Seder de Pessach.


Sir Moses Montefiore (1784-1885) fundou uma bolsa de valores em Londres e serviu como xerife da cidade. Foi nesta época que ele recebeu o título de "Sir" pela monarquia inglesa. Posteriormente, Montefiore se aposentou e passou a se dedicar a ajudar judeus oprimidos pelo mundo afora.


A girafa é um animal que apresenta características que, de acordo com a Torá, fazem dela um animal casher: ela tem casco fendido e rumina. Mas não é uma tradição judaica comer esse belo animal, pois as girafas são raramente encontradas fora da África e ninguém sabe como fazer o abate casher delas.